Produção de vinho na Chapada Diamantina é destaque em feira e-Agro

A Bahia produz na região da Chapada Diamantina vinhos com qualidade compatível ao das melhores regiões produtoras do mundo, com a Fazenda Progresso, entre outras unidades produtivas, como é o caso da Confrigo. Duas fazendas expositoras da feira, as empresas tem registrado resultados positivos graças aos investimentos em tecnologia e em inovação – tendências cada vez mais fortes no campo  e sempre presentes nas duas edições da feira e-Agro.  

Além de painéis sobre o assunto, a tecnologia e a inovação foi o tema de discussões que antecederam o evento, nas lives preparatórias e esteve presente também numa batalha de pitchs, quando investidores ou clientes são desafiados a apresentar seus negócios num curto espaço de tempo. Além disso, durante a feira o público teve a oportunidade de participar de uma rodada de negócios com a preseça de alguns dos principais fundos de investimentos do setor agrícola brasileiro. 

A inovação é o caminho para que o agro continue a ser a locomotiva econômica por muitos e muitos anos, avaliou a gerente de negócios na área da agricultura de precisão da John Deere, Estela Dias, durante a sua participação em um painel dedicado ao assunto. Em sua apresentação no painel sobre a Agricultura 4.0, ela lembrou que a atividade já caminha em direção à 5.0, notabilizada por um nível cada vez maior de automação. Segundo ela, este processo de evolução está acontecendo de maneira cada vez mais rápida. “A humanidade passou um longo período na Agricultura 1.0, que era marcada pela tração manual. Depois tivemos os motores à combustão, a informação ganhando cada vez mais importância e vamos caminhar rápido rumo à uma maior automatização”.  Para ela, as novas tecnologias estão acessíveis para produtores de qualquer porte. 

O CEO da BovExo, Paulo Dancieri Filho, que por muito tempo comandou a Coimma, eleita pela Forbes como uma das 10 empresas mais inovadoras do Brasil, destacou que a inovação no campo está acessível a produtores de todos os tamanhos. Para Dancieri, ainda é necessário conscientizar o produtor sobre a importância da tecnologia. 

“É a tecnologia quem vai nos permitir continuar ampliando a produtividade. É muito importante deixar claro que isso vai representar melhores resultados para o produtor”, destacou

Fonte: Correio / Foto: Reprodução



Categorias:CHAPADA