Cidades com alta taxa de contágio poderão ter eleições adiadas

O ministro Luís Roberto Barroso é o novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi responsável pela articulação com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado para o adiamento das eleições para o dia 15 de novembro. Manter as eleições municipais este ano foi uma das bandeiras defendidas por Barroso, porém, em casos de cidades onde haja o risco maior para os eleitores o Presidente do TSE defende que seja adiada para outra data “mais segura”, não necessariamente este ano.

Municípios pequenos em que tenha alta taxa de contágio do novo coronavírus através de transmissão comunitária, põe em risco toda população e, por mais que tenha medidas restritivas na data da eleição, ainda assim seria muito arriscado para a Justiça Eleitoral assumir esta responsabilidade, afirma especialistas. No caso de Barra da Estiva, Abaíra e Tanhaçu, que estão nos últimos dias com aumento expressivo de casos de COVID-19, pode sim haver um novo adiamento das eleições caso, ainda faltando 15 dias para o pleito, o município esteja com transmissão comunitária e alta taxa de contágio.

Fonte: UO / Foto: Reprodução

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑