06/10: Contendas do Sincorá completa 59 anos de emancipação política

Conheça a história do município de Contendas do Sincorá, limite sul da Chapada Diamantina:

A região era primitivamente habitada pelos índios maracás e tapajós.
A exploração do território iniciou-se a partir de 1720 por brasileiros e portugueses chefiados por André da Rocha Pinto e seu filho Sebastião da Rocha Pinto.
O povoamento intensificou-se a partir de 1780, quando novos agricultores atraídos pela fertilidade do solo, ali se fixaram desenvolvendo a agropecuária.
Até 1926, no local onde se situa a cidade, existia apenas a fazenda Riachão. Neste mesmo ano, com inicio das escavações para a passagem dos trilhos da rede ferroviária federal leste brasileiro, iniciou-se também a construção das primeiras casas do povoado que estava nascendo.
Em 1928, com a inauguração daquele trecho da ferrovia, surgiram as discórdias entre os responsáveis pelas obras, engenheiros Paulo Diamantino e Zoroastro, quanto ao local onde deveria ser edificada a estação. Destas discórdias, surgiu o nome ″Contendas″, com o qual a população denominou o povoado. Por ser banhando pelo Rio Sincorá, pouco depois, passou a chamar-se Contendas do Sincorá.

Gentílico: contendense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Contendas do Sincorá (ex-povoado), pela Lei Estadual nº 628, de 30-12-1953, com terras desmembradas do Distrito de Caraibuna, subordinado ao Município de Ituaçu.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o Distrito de Contendas do Sincorá, figura no Município de Ituaçu.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31XII-1963.
Elevado à categoria de município com a denominação de Contendas do Sincorá, pela Lei Estadual nº 1511, de 06-10-1961, desmembrado de Ituaçu. Sede no antigo Distrito de Contendas do Sincorá. Constituído de 2 distritos: Contendas do Sincorá e Caraibuna, ambos desmembrados de Ituaçu. Instalado em 07-04-1963.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Contendas do Sincorá e Caraibuna.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: Confederação Nacional de Municípios; IBGE

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑