Pastor Isidório, diz que se ganhar, vai criar o ‘Cistoval’ no Carnaval de Salvador

Durante a convenção que oficializou a sua candidatura à Prefeitura de Salvador, nesta segunda-feira (7), o Pastor Sargento Isidório (Avante) negou que tenha a intenção de acabar com o Carnaval de Salvador. Boatos indicavam que ele tem intenção de acabar com a festa de carnaval na capital baiana.

Segundo o pastor evangélico e criador da Fundação Dr. Jesus, que acolhe dependentes químicos, a suposta vontade de acabar com a folia momesca é um artifício dos seus “inimigos” políticos.

Isidório lembrou que não é candidato a “padre, pastor ou pai de santo”, e manifestou o desejo de levar parte da festa para a região da Avenida Paralela e Centro Administrativo, como proposta para descentralizar o Carnaval que há décadas se concentra na Barra e Centro Histórico.

Mas para não deixar de lado parte do seu eleitorado conservador, Isidório disse que também será promovido o “Cristoval”.

NÃO ANDA SÓ

O jeito excêntrico e a alta rejeição não foram suficientes para inviabilizar Isidório como candidato. Pelo contrário, cada vez mais se consolida como o nome mais forte da base do governador Rui Costa (PT). 

Não à toa, durante o discurso na convenção realizada na sede da campanha da chapa Avante-PSD no Caminho das Árvores, o deputado federal garantiu que não está “só”.

O PMB, de Célia Sacramento, eleita vice-prefeita em 2012 ao lado de ACM Neto, substituída mais tarde pelo atual candidato do DEM, Bruno Reis, Célia Sacramento, já declarou apoio a chapa de Isidório e Eleusa Coronel.

SEGURANÇA

Sargento da Polícia Militar, Pastor Isidório sugere que a questão da segurança pública não fique restrita ao Governo do Estado. Ele defende que haja uma mudança na Constituição, para que o assunto vire responsabilidade também do município.

“Segurança deveria ser dos prefeitos também. Tem que mudar isso, não pode ficar só com os estados”, declarou.

Fonte: BNews / Foto: Reprodução

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑