Somente 2 cidades da Chapada Diamantina não teve casos de COVID-19

Dos 417 municípios da Bahia, somente 10 conseguiram impedir, até o momento, o avanço do coronavírus em seus territórios. A doença, que registrou dia 6 de março o primeiro caso oficial no Estado, já infectou 149.109 e causou a morte de 3.227 pessoas em toda a Bahia.

Em número de casos oficiais, a Bahia ocupa o 4º lugar, atrás apenas de São Paulo, Ceará e Rio de Janeiro. Já em relação ao número de mortes, a Bahia é o sexto estado, ficando atrás de São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro Pernambuco e Pará, segundo mostra o mapa do Coronavírus no Brasil, do Ministério da Saúde.

Os 10 municípios da Bahia que seguem sem casos de Covid-19 são Brotas de Macaúbas, Ipupiara, Canápolis, Santana, Sítio do Mato, Brejolândia, Tanque Novo, Érico Cardoso, Novo Horizonte e Gavião.

Nesta terça-feira (28), o JORNAL DA MÍDIA passa a publicar reportagens sobre os municípios baianos que não registraram casos de Covid-19, para mostrar quais as ações praticadas pelas gestões visando conter a entrada da doença.

Brotas de Macaúbas praticou cedo as medidas restritivas

Localizado na região Oeste da Bahia e colada à  microrregião da Chapada Diamantina e a 630 de Salvador, Brotas de Macaúbas tem somente 10.700 habitante, sendo 3 mil moradores da sede..  Mas territorialmente, o município é extenso – são 2,4 mil Km² e apenas 4,7 moradores por Km².

Desde que os casos de coronavírus começaram a se espalhar na Bahia, na segunda quinzena de março, a Prefeitura Municipal passou a adotar medidas restritivas na cidade, sendo a principal delas a implantação de duas barreiras sanitárias funcionando em regime de 24h: uma na sede do município e outra no povoado de Cocal. O uso de máscara é obrigatório no município desde abril.

As pessoas que chegam ao município procedestes de outras cidades, passam por uma triagem, com medição de temperatura e são acompanhadas e monitoradas durante toda a quarentena por profissionais de saúde.

“Criamos o Disk Saúde, que mantém contato permanente com essas pessoas durante o isolamento. Muitas delas  daqui mas que  residem em outros estados, chegaram para cumprir o isolamento e felizmente tudo tem funcionado bem. Além da sede do município, o Disk Saúde vai em todos os distritos para passar informações à população. São distritos isolados os nossos. Para se ter ideia, o povoado de Cocal fica a 130 Km da sede”, explicou o prefeito de Brotas, Litercílio Júnior.

A construção  de  quatro postos novos de saúde com outros seis em  obra, sendo cinco  em fase final, possibilitou que a gestão municipal criasse um programa para entregar na residência do morador, nos distritos, medicamentos de uso contínuo para diabéticos, portadores de glaucoma entre outras doenças, evitando assim que as pessoas se deslocassem para a sede e circulassem.

“Nós temos uma população idosa, com classificação de risco. Então,  todo o cuidado tem que ser redobrado”, observa o prefeito, explicando que Brotas de Macaúbas também lançou a campanha “Ligue para um Idoso”, que consiste em dar apoio ao público da terceira idade, no intuito de evitar quadros depressivos neste período da pandemia.

Outra ação da prefeitura foi praticada junto ao Consórcio ETB, responsável pela implantação da linha de transmissão de energia eólica em território de Brotas de Macaúbas, onde está implantado o Complexo Eólico Desenvix Bahia, na Serra da Mangabeira.

“Não poderíamos impedir a implantação da rede, mas não poderíamos permitir que as empresas contratadas pelo consórcio, a ICSK e Planova, trouxessem trabalhadores de fora, colocando em risco a população do nosso município. Vamos continuar atentos e nossa população está cumprindo as recomendações. Isso é importante para que o município siga sem casos da doença”, considerou Litercilio Júnio.

Foto: Reprodução

Fonte: Jornal da Mídia

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑