UTIs da Covid-19 em Vitória da Conquista atingem 80% de ocupação

A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) reservadas para tratamento da Covid-19 em pacientes de Vitória da Conquista e municípios da Regional Sudoeste de Saúde atingiu 80%. Na Bahia, no que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 915 leitos exclusivos para o coronavírus, 725 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%. A região Extremo-Sul da Bahia possui a maior taxa de ocupação, com 96% dos leitos de UTI ocupados, seguida da região Oeste, com 90%.

Das 40 unidades disponíveis no Sistema Único de Saúde (Sus), 32 estão ocupadas. No boletim anterior eram 25 leitos com pacientes, acréscimo de 7 nas últimas 24 horas. Já os 46 leitos clínicos estão com 27 pacientes, o que corresponde a 58,7%.

Além de pacientes de Vitória da Conquista, no momento, os leitos dedicados à Covid-19 atendem pacientes de mais 20 municípios – Jaguaquara, Jânio Quadros, Iguaí, Malhada de Pedras, Belo Campo, Eunápolis, Itapebí, Valença, Jequié, Planalto, Livramento de Nossa Senhora, Ibicuí, Anagé, Cordeiros, Brumado, Ilhéus, Itapetinga, Barra do Choça, Poções e Piripá.

Dos 58,7% de internações nos leitos clínicos, 37% são de pacientes de outros municípios e 21,7% de Vitória da Conquista. Já os leitos de UTI tem 45% de pacientes de outros municípios e 35% de Consquista.

Até a última semana, Vitória da Conquista e região contavam com 50 leitos de UTI e 66 de enfermaria. No dia 3 de julho, o Governo do Estado encerrou o contrato com o Hospital IBR, que dispunha de 20 clínicos e 10 de Terapia Intensiva. A alegação para o fim do contrato foi a existência de irregularidades na prestação do serviço. O Hospital nega.

Nesta sexta-feira (10), a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) anunciou a abertura de mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19 no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGCV).

Desde o início da pandemia, 58 pacientes que estavam em tratamento da doença em Vitória da Conquista evoluíram a óbito. Entre os moradores do município são 22 mortes confirmadas.

Nas últimas 24 horas, 26 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 em Vitória da Conquista. Com isso, são 1.101 casos confirmados da doença desde o fim do mês de fevereiro, quando foram feitas as primeiras notificações.

Mais 49 pacientes que testaram positivo se recuperaram da infecção, aumentando para 902 o número de recuperados. Outros 177 seguem em recuperação. O município tem no momento 17 pacientes internados e 160 em tratamento domiciliar. Conquista tem ainda 28  pacientes com suspeita da Covid-19 que estão internados, aguardando o resultado dos exames. Outros dois óbitos ainda aguardam resultados das análises laboratoriais. São ao todo 583 exames laboratoriais aguardando resultado.

Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.867 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de + 2,9%), 55 óbitos (+2,4%) e 2.828 curados (+4,1%). Dos 101.186 casos confirmados desde o início da pandemia, 71.926 já são considerados curados, 26.877 encontram-se ativos e 2.383 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 397 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (42,31%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.484,34), Itajuípe (2.318,09), Ipiaú (1.879,10), Lauro de Freitas (1.664,48) e Itabuna (1.588,95).

O boletim epidemiológico contabiliza 101.186 casos confirmados, 198.550 casos descartados e 101.253 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (10).

Na Bahia, 10.997 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Todos os dados estão disponíveis no Painel Epidemiológico (bi.saude.ba.gov.br/transparencia/). Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Na Bahia, dos 2.368 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.532 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 915 leitos exclusivos para o coronavírus, 725 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%. A região Extremo-Sul da Bahia possui a maior taxa de ocupação, com 96% dos leitos de UTI ocupados, seguida da região Oeste, com 90%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

A partir de hoje, 10 de julho, a Sesab divulga mais uma ferramenta estatística para avaliar a tendência, denominada de média móvel, como pode ser vista no gráfico 4 do boletim. Nos últimos sete dias, verifica-se uma tendência de aumento mais evidente nos casos confirmados, enquanto que os casos ativos apresentam-se com evolução mais discreta.

Foto: Reprodução

Fonte: Agencia Sertão

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑