Chuvas levam otimismo a produtores de manga em Livramento

Mangicultores da região de Livramento de Nossa Senhora (BA) já estão com as atividades de manejo, referentes à safra do segundo semestre, em andamento. No geral, a perspectiva é de melhores desempenho na produção e qualidade dos frutos, em comparação com a primeira metade de 2020.

As chuvas, mais frequentes neste ano, estão entre os grandes motivos para o otimismo de agentes locais, já que colaboraram para a maior disponibilidade de água na região – que passa, há anos, por uma severa crise hídrica. Somente por este fato, já se acredita em melhor desempenho dos pomares, mas outra boa notícia pode, em breve, se confirmar: a ampliação do período de irrigação nos distritos públicos, de 12 horas semanais (irrigação de salvamento) para 24 horas semanais a partir de agosto, divididas em dois turnos.

PERSPECTIVA DE OFERTA – O volume de manga da região deve aumentar a partir de agosto, com maior participação da variedade palmer. Já em meados de setembro, a colheita da tommy local também deve se intensificar. A perspectiva é de redução da oferta de ambas as variedades a partir de novembro.

Foto: Reprodução

 Cepea/Hortifruti

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑