Andaraí: Ossada é achada na zona rural e polícia investiga se é de adolescente desaparecida

A polícia de Andaraí, na Chapada Diamantina, investiga se uma ossada achada em uma região de mata da zona rural, na terça-feira (9), é o de Alécia Gonçalves Oliveira, adolescente de 16 anos que está desaparecida desde sexta-feira (5).

Conforme Wanderson Peregrino, delegado da cidade, a suspeita ocorre porque perto da ossada havia um short e uma blusa semelhantes ao que a adolescente vestia quando desapareceu. A família também acredita ser a adolescente, por causa da roupa.

Ainda segundo a família, informações apontam que crime pode ter ocorrido por retaliação, porque um dos primos de Alécia tem envolvimento com o tráfico de drogas da região.

A ossada foi enviada para o Instituto Médico Legal (IML), para o laudo pericial. Além disso, a polícia tem ouvido depoimentos e analisado imagens de câmeras de segurança.

Segundo o Departamento de Polícia Técnica (DPT), ainda está em análise qual será o método de identificação. Uma das alternativas é usar a impressão digital para o reconhecimento. Caso isso não seja possível, o procedimento deverá ser feito pela análise da arcada dentária ou pelo DNA.

De acordo com a prefeitura da cidade, o pai e uma tia de Alécia serão encaminhados para o IML de Itaberaba para coleta de materiais que serão usados na alternativa do exame de DNA. Ainda não há prazo para isso.

Foto: Redes sociais

Fonte: G1

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑